Tendências em Marketing nas Redes Sociais para 2016

comunicacao-em-tempos-de-crise-mude-faça-diferente

Muitas vezes, ficamos tão focamos no dia a dia e no jeito que costumamos fazer comunicação, que nos esquecemos de analisar as tendências que estão por vir.

Recentemente li um artigo na Revista Forbes, de autoria de Jayson DeMers, que me inspirou acerca de tendências em Marketing nas Redes Sociais para 2016.

Já estamos certos de que há diversas possibilidades e diferentes plataformas no meio digital para engajar consumidores, aumentar vendas, trabalhar a construção de uma marca, etc. A cada ano, assistimos ao surgimento de novos canais sociais, com novas funcionalidades – cada uma “prometendo” ser mais eficiente que as outras.

Mas o que esperar para 2016? De acordo com DeMers, listo quatro tendências que devem se confirmar.

1) Posts em tempo real: assim como o Periscope permite a gravação e divulgação imediata de conteúdos em formato de vídeo, sentimos que a característica do imediatismo pode crescer exponencialmente. Cada vez mais, aumenta o desejo de compartilhar o que está acontecendo naquele exato momento.

2) Variedade de formatos: novas opções para publicações serão criadas. O “Artigo Instantâneo” do Facebook foi só o começo, permitindo publicações inteiras na plataforma sem a necessidade de links externos. Novas formas de conteúdo significam um estímulo para fazer com que os usuários permaneçam naquela Rede Social.

3) Alcance orgânico: cada vez mais, a visibilidade orgânica de posts está sendo reduzida. De acordo com a empresa Social@Ogilvy, páginas com mais de 500 mil seguidores conseguem impactar somente 2% de seu público com conteúdos não impulsionados. Esta característica tende a aumentar para incentivar a compra de mídia e campanhas online.

4) Botões de compra: o Facebook e o Pinterest já introduziram botões pelos quais os usuários podem efetuar compras sem sair do aplicativo. Gerar facilidades aos consumidores e anunciantes deve ser prioridade para a maioria das plataformas.

Em um cenário no qual as pessoas buscam por agilidade e facilidade, não tenho dúvidas de que as plataformas (já existentes e as que estão por vir) deverão se esforçar para atender às necessidades de usuários cada vez mais exigentes e menos pacientes.

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*